Submarino alemão U-160 (1941)

German submarine U-160 (1941)

O submarino alemão U-160 foi um submarino tipo IXC da Kriegsmarine da Alemanha nazista construído para serviço durante a Segunda Guerra Mundial . A quilha para este barco foi lançada em 21 de novembro de 1940 no estaleiro DeSchiMAG AG Weser em Bremen , Alemanha como estaleiro número 1010. Ele foi lançado em 12 de julho de 1941 e comissionado em 16 de outubro sob o comando de Kapitänleutnant Georg Lassen ( Cruz de Cavaleiro ) .

U-505chicago.jpg
U-505 , um típico barco Tipo IXC
História
Alemanha nazista
Nome U-160
Encomendado 23 de dezembro de 1939
Construtor DeSchiMAG AG Weser , Bremen
Número do pátio 1010
Deitado 21 de novembro de 1940
Lançado 12 de julho de 1941
Encomendado 16 de outubro de 1941
Destino Afundado em 14 de julho de 1943
Características gerais
Classe e tipo Submarino tipo IXC
Deslocamento
  • 1.120 t (1.100 toneladas longas) à superfície
  • 1.232 t (1.213 toneladas longas) submersas
Comprimento
  • 76,76 m (251 pés 10 pol) o/a
  • Casco de pressão de 58,75 m (192 pés 9 pol)
Feixe
  • 6,76 m (22 pés 2 pol) o/a
  • Casco de pressão de 4,40 m (14 pés 5 pol)
Altura 9,60 m (31 pés 6 pol)
Esboço, projeto 4,70 m (15 pés 5 pol)
Poder instalado
  • 4.400 PS (3.200 kW; 4.300 cv) (diesels)
  • 1.000 PS (740 kW; 990 shp) (elétrico)
Propulsão
Alcance
  • 13.450  nmi (24.910 km; 15.480 mi) a 10 nós (19 km/h; 12 mph) à superfície
  • 64 nmi (119 km; 74 mi) a 4 nós (7,4 km/h; 4,6 mph) submerso
Profundidade do teste 230 m (750 pés)
Complemento 4 oficiais, 44 alistados
Armamento
Registro de serviço
Parte de:
Comandantes:
  • Kptlt. Georg Lassen
  • 16 de outubro de 1941 - 14 de junho de 1943
  • Oblt.zS Gerd von Pommer-Esche
  • 15 de junho de 1943 - 14 de julho de 1943
Operações:
  • 5 patrulhas:
  • 1ª patrulha:
  • 1 de março - 28 de abril de 1942
  • 2ª patrulha:
  • 20 de junho - 24 de agosto de 1942
  • 3ª patrulha:
  • 23 de setembro - 9 de dezembro de 1942
  • 4ª patrulha:
  • 6 de janeiro - 10 de maio de 1943
  • 5ª patrulha:
  • 29 de junho - 14 de julho de 1943
Vitórias:
  • 25 navios mercantes afundados
    (155.352  GRT )
  • 1 navio de guerra auxiliar afundado
    (730  GRT )
  • 5 navios mercantes danificados
    (34.419  GRT )

O serviço do U-boat começou em treinamento com a 4ª Flotilha de U-boat . Ela perdeu sete homens e um ficou ferido em um incêndio em 14 de dezembro de 1941 em Danzig (agora Gdańsk, Polônia). [1] Ela então se mudou para a 10ª flotilha em 1 de março de 1942 para operações.

Ela afundou 26 navios, totalizando 156.082  toneladas brutas de registro  (GRT) e danificou mais cinco, para 34.419 GRT. Ela foi afundada por aeronaves americanas em 14 de julho de 1943.

Projeto

Os submarinos alemães do Tipo IXC eram ligeiramente maiores que os originais do Tipo IXB . O U-160 teve um deslocamento de 1.120 toneladas (1.100 toneladas longas) quando na superfície e 1.232 toneladas (1.213 toneladas longas) enquanto submerso. [2] O U-boat tinha um comprimento total de 76,76 m (251 pés 10 pol), um comprimento de casco de pressão de 58,75 m (192 pés 9 pol), uma boca de 6,76 m (22 pés 2 pol), uma altura de 9,60 m (31 pés 6 pol) e um calado de 4,70 m (15 pés 5 pol). O submarino era alimentado por dois motores diesel MAN M 9 V 40/46 supercharged de quatro tempos e nove cilindrosproduzindo um total de 4.400 cavalos de potência métricos (3.240 kW; 4.340 shp) para uso em superfície, dois motores elétricos Siemens-Schuckert 2 GU 345/34 de dupla ação produzindo um total de 1.000 cavalos de potência métricos (740 kW; 990 shp) para uso enquanto submerso. Ela tinha dois eixos e duas hélices de 1,92 m (6 pés ) . O barco era capaz de operar em profundidades de até 230 metros (750 pés). [2]

O submarino tinha uma velocidade máxima de superfície de 18,3 nós (33,9 km/h; 21,1 mph) e uma velocidade máxima submersa de 7,3 nós (13,5 km/h; 8,4 mph). [2] Quando submerso, o barco pode operar por 63 milhas náuticas (117 km; 72 mi) a 4 nós (7,4 km/h; 4,6 mph); quando emergiu, ela poderia viajar 13.450 milhas náuticas (24.910 km; 15.480 milhas) a 10 nós (19 km / h; 12 mph). O U-160 foi equipado com seis tubos de torpedo de 53,3 cm (21 pol) (quatro na proa e dois na popa), 22 torpedos , um canhão naval SK C/32 de 10,5 cm (4,13 pol) , 180 tiros e um SK C/30 de 3,7 cm (1,5 pol) e um canhão antiaéreo C/30 de 2 cm (0,79 pol) . O barco tinha um complementode quarenta e oito. [2]

Histórico de serviço

Antes de iniciar sua primeira patrulha, o U-160 fez uma breve viagem de Wilhelmshaven a Helgoland em 24 de fevereiro de 1942.

Primeira e segunda patrulhas

Ela partiu da ilha alemã em 1º de março de 1942, atravessou o Mar do Norte, entrou no Oceano Atlântico através da fenda Faroe / Shetland e seguiu para a costa leste dos EUA. Sua primeira vítima foi Equipoise , afundado em 27 de março de 1942 60 milhas náuticas (110 km; 69 milhas) a sudeste de Cape Henry , Virgínia. A confusão do naufrágio não foi ajudada pelo fato de haver cidadãos de pelo menos dez países entre a tripulação. O barco passou a atacar com sucesso a cidade de Nova York , Rio Blanco e Ulysses . Um navio que não afundou foi o Bidwell ; na verdade, ela sobreviveu à guerra, não sendo quebradaaté 1965.

A segunda incursão do U-160 viu o barco deixar Lorient em 20 de junho de 1942. Atravessou o Atlântico novamente, mas seguiu para a costa norte da América do Sul. As colheitas eram tão ricas aqui quanto tinham sido mais ao norte. O naufrágio do Beaconlight , Carmona e o Treminnard , que estavam todos navegando sem escolta, foi realizado a 200 milhas náuticas (370 km; 230 milhas) de Trinidad . Ela também danificou Thorshavet , um petroleiro de 11.015 GRT, com torpedo e arma em 4 de agosto de 1942. O naufrágio à deriva foi posteriormente afundado pelo submarino italiano Enrico Tazzoli em 6 de agosto. O U-160 retornou a Lorient no dia 24.

Terceira patrulha

Foi durante sua terceira patrulha que o barco quase falhou. Ela afundou o HMS Castle Harbor , que estava viajando como parte do comboio TRIN-19 de Trinidad às 21:20 horas de 16 de outubro de 1942. O navio afundou em vinte segundos com a perda de nove de seus vinte e dois tripulantes. [3] [4] O próprio U-160 foi atacado pelas escoltas do comboio, mas o dano foi pequeno. O submarino retornou ao seu antigo território de caça na América do Sul e afundou Gypsum Express e Leda para citar apenas dois.

Quarta patrulha

Sua quarta surtida foi a mais longa, com 125 dias, mas também a mais bem-sucedida. Movendo-se para o Atlântico sul, ele afundou o SS  Roger B. Taney em 8 de fevereiro. Ela então atacou e afundou Nirpura , Empire Mahseer e Marietta E. a leste da África do Sul. Também perderam com Marietta E. oito embarcações de desembarque. Outros navios também foram afundados. Quando os submarinistas questionaram os sobreviventes do Aelbryn , eles não entenderam o nome do navio, relatando-o como Arian , um navio americano.

Quinta patrulha e perda

A essa altura, ele estava baseado em Bordeaux , de onde partiu em 29 de junho de 1943. Ele foi afundado por aeronaves TBM Avenger e F4F Wildcat do porta-aviões USS Santee ao sul dos Açores em 14 de julho de 1943, com a perda de todos os 57 a bordo.

Resumo do histórico de ataques

Encontro Nome Nacionalidade Tonelagem
( GRT )
Destino [5]
27 de março de 1942 Equilíbrio  Panamá 6.210 afundado
29 de março de 1942 Cidade de Nova York  Estados Unidos 8.272 afundado
1 de abril de 1942 Rio Branco  Reino Unido 4.086 afundado
6 de abril de 1942 Bidwell  Estados Unidos 6.837 Estragado
9 de abril de 1942 Malchace  Estados Unidos 3.516 afundado
11 de abril de 1942 Ulisses  Reino Unido 14.647 afundado
16 de julho de 1942 Farol  Panamá 6.926 afundado
18 de julho de 1942 Carmona  Panamá 5.496 afundado
21 de julho de 1942 Donovonia  Reino Unido 8.149 afundado
25 de julho de 1942 Telamon  Holanda 2.078 afundado
29 de julho de 1942 Prescodoc  Canadá 1.938 afundado
2 de agosto de 1942 Treminnard  Reino Unido 4.694 afundado
4 de agosto de 1942 Havsten  Noruega 6.161 Estragado
16 de outubro de 1942 Porto do Castelo HMS   Marinha Real 730 afundado
16 de outubro de 1942 Winona  Estados Unidos 6.197 Estragado
3 de novembro de 1942 Chr. J. Kampmann  Canadá 2.260 afundado
3 de novembro de 1942 Gesso expresso  Reino Unido 4.034 afundado
3 de novembro de 1942 Leda  Panamá 8.546 afundado
3 de novembro de 1942 Thorshavet  Noruega 11.015 afundado
6 de novembro de 1942 Arica  Reino Unido 5.431 afundado
11 de novembro de 1942 Cidade de Ripon  Reino Unido 6.368 afundado
21 de novembro de 1942 Bintang  Holanda 6.481 afundado
8 de fevereiro de 1943 Roger B. Taney  Estados Unidos 7.191 afundado
3 de março de 1943 Harvey W. Scott  Estados Unidos 7.176 afundado
3 de março de 1943 Nipura  Reino Unido 5.961 afundado
3 de março de 1943 Tíbia  Holanda 10.356 Estragado
3 de março de 1943 Império Mahseer  Reino Unido 5.087 afundado
4 de março de 1943 Marieta E.  Reino Unido 7.628 afundado
4 de março de 1943 Coroa do Feixe  Reino Unido 4.868 Estragado
8 de março de 1943 James B. Stephens  Estados Unidos 7.176 afundado
11 de março de 1943 Aelbryn  Reino Unido 4.986 afundado

Referências

  1. ^ Helgason, Guðmundur. "O barco Tipo IXC U-160" . U-boats alemães da Segunda Guerra Mundial - uboat.net . Recuperado em 7 de dezembro de 2014 .
  2. ^ a b c d Gröner 1991 , p. 68.
  3. ^ Castle Harbor , Uboat.net
  4. The Andrew And The Onions: The Story Of The Royal Navy In Bermuda, 1795–1975 , Lt. Commander Ian Stranack, The Bermuda Maritime Museum Press, The Bermuda Maritime Museum, The Keep, Royal Naval Dockyard, Ireland Island, Sandys Parish, Bermudas. Endereço postal: PO Box MA 133, Mangrove Bay, Bermuda MA BX.
  5. ^ Helgason, Guðmundur. "Navios atingidos por U-160" . U-boats alemães da Segunda Guerra Mundial - uboat.net . Recuperado em 7 de dezembro de 2014 .

Bibliografia

  • Busch, Rainer; Roll, Hans-Joachim (1999). Comandantes de submarinos alemães da Segunda Guerra Mundial: um dicionário biográfico . Traduzido por Brooks, Geoffrey. Londres, Annapolis, Md: Greenhill Books, Naval Institute Press. ISBN 1-55750-186-6.
  • Busch, Rainer; Roll, Hans-Joachim (1999). Deutsche U-Boot-Verluste von setembro de 1939 bis Mai 1945 [ perdas de submarinos alemães de setembro de 1939 a maio de 1945 ]. Der U-Boot-Krieg (em alemão). Vol. 4. Hamburgo, Berlim, Bonn: Mittler. ISBN 3-8132-0514-2.
  • Gröner, Erich; Jung, Dieter; MAAS, Martin (1991). U-boats e navios de guerra de minas . Navios de guerra alemães 1815-1945 . Vol. 2. Traduzido por Thomas, Keith; Magowan, Rachel. Londres: Conway Maritime Press. ISBN 0-85177-593-4.

links externos

  • Helgason, Guðmundur. "O barco Tipo IXC U-160" . U-boats alemães da Segunda Guerra Mundial - uboat.net . Recuperado em 7 de dezembro de 2014 .
  • Hofmann, Markus. " U 160 " . Deutsche U-Boote 1935-1945 - u-boot-archiv.de (em alemão) . Recuperado em 7 de dezembro de 2014 .