Oberkommando des Heeres

Oberkommando des Heeres

O Oberkommando des Heeres ( lit. 'Comando Superior do Exército'; abreviado OKH) era o alto comando do Exército da Alemanha nazista . Foi fundada em 1935 como parte do rearmamento da Alemanha por Adolf Hitler . O OKH foi de fato a unidade mais importante dentro do planejamento de guerra alemão até a derrota em Moscou em dezembro de 1941.

Alto Comando do Exército
Oberkommando des Heeres
OKH2.svg
Bandeira de comando de 1938 a 1942
Fundado 1935
Dissolvido 23 de maio de 1945
País  Alemanha nazista
Ramo  Exército alemão
Tipo Alto comando
Parte de Alto Comando das Forças Armadas ( Oberkommando der Wehrmacht )
Quartel general Maybach I , Wünsdorf
Apelidos OKH
Comandantes
Comandante-em-chefe do Exército Ver lista
Chefe do Estado Maior Ver lista
Insígnia
Bandeira de comando 1936-38 OKH1.svg
Bandeira de comando 1938–42 OKH2.svg

Durante a Segunda Guerra Mundial , o OKH era responsável pelo planejamento estratégico dos Exércitos e Grupos de Exércitos . O Estado-Maior do OKH administrava os assuntos operacionais. Cada exército alemão também tinha um Alto Comando do Exército ( Armeeoberkommando ou AOK). O Alto Comando das Forças Armadas ( Oberkommando der Wehrmacht ) assumiu então esta função para outros teatros que não a frente oriental .

O comandante do OKH detinha o título de Comandante-em-chefe do Exército ( Oberbefehlshaber des Heeres ). Após a Batalha de Moscou , o comandante do OKH, marechal de campo Walther von Brauchitsch , foi destituído do cargo, e Hitler se nomeou Comandante-em-Chefe do Exército.

A partir de 1938, OKH foi, juntamente com Oberkommando der Luftwaffe ( transl.  Alto Comando da Força Aérea ) e Oberkommando der Marine ( transl.  Alto Comando Naval ) formalmente subordinado ao Oberkommando der Wehrmacht (OKW) (transl. Alto Comando das Forças Armadas) .

OKH vs OKW

O OKH foi independente até fevereiro de 1938, quando Hitler criou o Oberkommando der Wehrmacht que, no papel, subordinava o OKH ao OKW. Após uma grande crise desenvolvida na Batalha de Moscou , von Brauchitsch foi demitido (em parte por causa de sua saúde debilitada), e Hitler se nomeou chefe do OKH. Ao mesmo tempo, ele limitou a autoridade do OKH à frente russa, dando autoridade direta ao OKW sobre unidades do exército em outros lugares. Isso permitiu a Hitler declarar que só ele tinha total conhecimento da situação estratégica da Alemanha, caso algum general solicitasse uma transferência de recursos entre a frente russa e outro teatro de operações. [1]

Embora tanto a OKW quanto a OKH estivessem sediadas no complexo de Maybach na Alemanha nazista, a independência funcional e operacional de ambos os estabelecimentos não foi perdida para os respectivos funcionários durante seu mandato. O pessoal do complexo observou que, mesmo que o Maybach 2 (o complexo OKW) fosse completamente destruído, a equipe do OKH em Maybach 1 dificilmente perceberia. Essas instalações camufladas, separadas fisicamente por uma cerca, também mantinham mentalidades estruturalmente diferentes em relação aos seus objetivos.

Em 28 de abril de 1945 (dois dias antes de seu suicídio ), Hitler subordinou formalmente o OKH ao OKW, dando a este último o comando das forças na Frente Oriental. [2]

Organização

Em 1944, esses elementos estavam subordinados ao OKH: [3]

Liderança

Comandante-em-chefe do Exército

O Comandante-em-Chefe do Exército ( alemão : Oberbefehlshaber des Heeres ) foi o chefe do OKH e do Exército Alemão durante os anos do regime nazista .

Não. Retrato Comandante em Chefe Tomou posse Deixou o escritório Tempo no escritório Ref.
1 von Fritsch, WernerGeneraloberst
Werner von Fritsch
(1880-1939)
1 de fevereiro de 1934 4 de fevereiro de 1938 4 anos, 34 dias
2 von Brauchitsch, WaltherGeneralfeldmarschall
Walther von Brauchitsch
(1881–1948)
4 de fevereiro de 1938 19 de dezembro de 1941 3 anos, 318 dias
3 Hitler, AdolfFührer und Reichskanzler
Adolf Hitler
(1889–1945)
[a]
19 de dezembro de 1941 30 de abril de 1945 † 3 anos, 132 dias
4 Schörner, FerdinandGeneralfeldmarschall
Ferdinand Schörner
(1892–1973)
[b]
30 de abril de 1945 8 de maio de 1945 8 dias

Chefe do Estado-Maior do OKH

Bandeira do Chefe do Estado-Maior do Exército Alemão

Os chefes do Estado-Maior do OKH (alemão: Chef des Generalstabes des Heeres ) foram:

Não. Retrato Chefe do Estado-Maior do OKH Tomou posse Deixou o escritório Tempo no escritório Ref.
1 Beck, LudwigGeneraloberst
Ludwig Beck
(1880-1944)
1 de julho de 1935 31 de agosto de 1938 3 anos, 61 dias
2 Halder, FranzGeneraloberst
Franz Halder
(1884-1972)
1 de setembro de 1938 24 de setembro de 1942 4 anos, 23 dias [4] [5]
3 Zeitzler, KurtGeneraloberst
Kurt Zeitzler
(1895-1963)
24 de setembro de 1942 10 de junho de 1944 1 ano, 260 dias [5]
Heusinger, AdolfGeneralleutnant
Adolf Heusinger
(1897–1982)
Atuando
[c]
10 de junho de 1944 21 de julho de 1944 41 dias
Guderian, HeinzGeneraloberst
Heinz Guderian
(1888–1954)
Atuação
21 de julho de 1944 28 de março de 1945 250 dias [6]
Krebs, HansGeneral der Infanterie
Hans Krebs
(1898–1945)
Atuando
[d]
1 de abril de 1945 1º de maio de 1945 † 30 dias [7]
Keitel, WilhelmGeneralfeldmarschall
Wilhelm Keitel
(1882–1946)
Atuação
1 de maio de 1945 8 de maio de 1945 7 dias
Jodl, AlfredGeneraloberst
Alfred Jodl
(1890–1946)
Atuação
13 de maio de 1945 23 de maio de 1945 10 dias

Veja também

Notas

  1. Hitler assumiu o comando pessoal do OKH após a demissão de Brauchitsch para supervisionar a Operação Barbarossa , a invasão alemã da União Soviética.
  2. um dos comandantes militares favoritos de Hitler foi nomeado no testamento de Hitler, que este emitiu antes de seu suicídio em 30 de abril de 1945 como o novo comandante do OKH. Enquanto isso, o OKH estava subordinado ao OKW da Wehrmacht , sob o comando do marechal de campo Wilhelm Keitel .
  3. Mais tarde serviu como Inspetor Geral da Bundeswehr (1957–1961) e Presidente do Comitê Militar da OTAN (1961–1964)
  4. ^ Suicidou-se

Referências

  1. ^ Barnett, Correlli (1989). Generais de Hitler . Arvoredo. pág.  497 . ISBN 978-1555841614.
  2. Grier, Howard D. Hitler, Dönitz e o Mar Báltico , Naval Institute Press, 2007, ISBN 1-59114-345-4 . pág. 121 
  3. ^ CIA (1944). Quem é quem na Alemanha nazista (PDF) . CIA. págs. 31–32 . Recuperado em 30 de outubro de 2019 .
  4. ^ Müller, Rolf-Dieter (2015). Inimigo no Oriente: Planos Secretos de Hitler para invadir a União Soviética . Londres: IB Tauris . pág. 96. ISBN  978-1-78076-829-8.
  5. ^ a b Adão, Guilherme; Ruhle, Otto (2015). Com Paulus em Stalingrado . Traduzido por Tony Le Tissier. Pen and Sword Books Ltd. p. 78. ISBN  9781473833869.
  6. ^ Hart, Russell A. (2006). Guderian: Pioneiro Panzer ou Criador de Mitos? . Washington, DC: Potomac Books. pág. 103. ISBN  978-1-59797-453-0.
  7. ^ Joachimsthaler, Anton (1999) [1995]. Os Últimos Dias de Hitler: As Lendas – As Evidências – A Verdade . Imprensa de Brockhampton. pág. 288. ISBN  978-1-86019-902-8.

links externos